.

.

Páginas

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Reflexão Sobre O Amor



Queria entender porque as pessoas não valorizam quem as amam.
Precisam sempre de algo para estragarem tudo.Nunca estão satisfeitas.
Dizem que a pessoa não está a altura.
Exigem demais. Magoam profundamente com palavras. Acham natural dizerem palavras carinhosas para outras pessoas e agirem com brutalidade com a pessoa a qual está sempre ali, demonstrando amor com ações.
Acham natural deixarem a pessoa sozinha, sair para fazer novas amizades, e se surpreendem quando quebram o encanto.
A imaturidade, irresponsabilidade e incapacidade de amar faz tudo isto.
Mas a pessoa não se dar por satisfeito(a): continua cometendo os mesmos erros, e começa a agir com a maior ignorância quando acaso é contrariada (o), chegando a fazer do grito a sua maneira de ser. 
E o encanto se vai, mas a pessoa acha que não é nada demais agir assim.
Tudo que a pessoa faz com amor, a outra pessoa acha insuficiente e cobra o que faz por ela, o que antes ele ou ela elogiavam, agora é motivo de crítica constante.
E a pessoa vai piorando a cada dia.
Acha natural ficar analisando e criticando a pessoa e ainda dizer que a pessoa tem patologia, olha só que absurdo, sendo que a pessoa não enxerga os próprios defeitos e sequer tem CRM para isto.
Fala demais por não ter nada de interessante a acrescentar. Não sabe ouvir e não admite ser interrompido(A) em uma discussão porque ele(ela) tem sempre razão.
Vamos fazer algo? vamos comprar algo? vamos em tal lugar? tudo em benefício próprio, mas experimenta falar que precisa de algo e a pessoa vai jogar na tua cara na primeira oportunidade.
Não tem maturidade para ter relacionamento algum, quer brincar de casinha e acha que pode fazer isto quando quiser.
Mal educado(a) ao extremo, confunde falta de educação com irreverência o tempo inteiro.
Não aceita críticas construtivas e acha que você tem que se curvar para suas vontades.
Acha que regras são para serem quebradas e quer fazer da sua casa o que bem entende, como se ali só imperasse a vontade dela (e).
Faz coisas que te decepciona, quer continuar ao seu lado como se você fosse saco de pancada e acha que isto não é nada demais, que você não tem paciência, não está a altura, não sabe amar, é incompreensiva (o), não sabe fazer amigos (as), e tantas outras coisas que só aumentam com o passar do dia.
Você chega ao seu limite e dá um basta. A pessoa liga e ainda te enche de críticas destrutivas e ainda se faz de vítima e o pior: sente-se injustiçado.
Incapaz de olhar outra coisa além do umbigo e do espelho (Narciso) não percebe que o trem se foi e ele ficou parado na estação falando sem ninguém ouvir.
Hoje é dia de ser feliz no amor. Pegue o seu trem da vida e parta para uma história que vai valer a pena. Não vire apenas a página: queime! O que era especial, deixou de ser a partir do momento em que não foi recíproco.
Amor tem que ser falado, vivido, compartilhado, elogiado, e não deve ser dividido com pessoas egoístas, que acham que tem brilho mais que o sol, enquanto na verdade querem forçar sempre a situação para serem o centro de tudo. Pobre coitados( as) que precisam de atenção o tempo inteiro, que coisa insuportavelmente chata estes (estas) carentes de plantão, que precisam falar tudo para todos o que acontece em sua vida, porque não sabem decidir por si próprio e precisam de platéia.
Não tenha pena de sair da vida de ninguém sem olhar para trás, se este alguém não levar os seus sentimentos a sério.
O amor não é uma brincadeira de casinha, é uma planta baixa que tem que ser feita no Autocad ou Promob, cheio de detalhes, com amor, bom gosto, dedicação e você vai deletar tudo que não serve, para que o teu projeto saia perfeito.
Que me perdoem os que não sabem amar e não vão aprender, mas amar é algo bem mais interessante que amor de montanha russa.
Quem ama não faz a outra pessoa sofrer, não fere, não é ingrato(a) , não deixa de elogiar, não grita, não acha que a pessoa não está a altura, não fica criticando o tempo inteiro, não faz coisas para chatear o tempo inteiro sabe por quê? Por que tem medo de perder a pessoa, faz tudo para ficar ao lado dele (a).
Dê quantas chances for para quem demonstra de verdade que te ama, para quem mesmo de longe se preocupa, para quem sempre vai estar ali, aconteça o que acontecer, para quem quer te ver bem, para quem prova que te ama através do dia a dia, para quem não te faz sofrer, não te critica o tempo inteiro, para quem de fato te ama e não fala isto da boca para fora e sim porque de fato sente.

Linda semana e um brinde a vida!

Lilia Amorim.



0 comentários:

Postar um comentário