.

.

Páginas

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Quando Não Vale Mais A Pena!


Quando a pessoa começa a fazer pouco da sua cara. Não atende mais suas ligações. Não manda mais mensagem. Não acha que tem que falar com você. Quando a pessoa muda o seu comportamento. Atende qualquer pessoa no mundo duas da manhã, basta tocar a campainha, sono leve, mas quando você liga sempre a pessoa vem com mentiras, que o celular estava no silencioso, que não viu tocar, mesmo você tirando a prova, mandando outra pessoa ligar, e o imbecil atender.
Quando a pessoa diz que o celular quebrou, mas você ver ele digitando do celular que quebrou, dizendo que está em uma lan.
Quando a pessoa vive inventando sono, mentiras esfarrapadas, apenas para não falar com você.
Quando você sabe que a pessoa está mentindo, mas a pessoa subestima sua inteligência, esquecendo que você sabe tudo dele.
Quando a pessoa não tem caráter suficiente para fazer o que promete.
Quando a pessoa inventa mil mentiras, mil desculpas para não cumprir o que prometeu.
Quando a pessoa pensa que você está nas mãos dele.
Quando a pessoa pensa que você vai sempre estar ali, feito uma imbecil, acreditar em tudo que ele diz.
Quando a pessoa pensa que pode passar por cima e dar a ré.
E então o que você faz?
Primeiro solta o foda-se, joga tudo para o alto, termina, vá ser feliz e não volte.
Felicidade depende de suas atitudes. Se uma pessoa evita sua companhia, não merece seu amor. Se uma pessoa sempre está mal quando é para falar com você, ele não merece o seu amor.
Se a pessoa começa a dizer coisas que antes nem falava, como por exemplo: você não vai se adaptar, vai ficar frio, a comida não é boa, parta para outra, porque quando se quer agradar alguém se faz tudo por outra pessoa.
Quando a pessoa quer terminar e não tem vergonha na cara, age assim, como milhões de homens.



Está precisando de ajuda? Conte comigo!


Lilia Amorim
Conselheira Amorosa
Autora dos livros: COMO FAZER UM HOMEM CORRER ATRÁS
COMO TORNAR-SE A MULHER QUE O SEU HOMEM DESEJA

0 comentários:

Postar um comentário