.

.

Páginas

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Amar Te Faz Bem?

O amor é muito confundido com paixão, aquele sentimento intenso o qual muitos dizem sentir borboletas no estômago, mãos suando, tesão em excesso, coração a mil.
Amor é calmo, tranquilo, sereno. Porque já não tem rompantes de começo visto que é estabilizado pela confiança, calma e amizade mútuas.
O amor se deixa cuidar, cuida. A pessoa que diz: eu não quero um homem doente ou descarta a possibilidade de ter um relacionamento com alguém que tem alguma necessidade especial, jamais saberá o que é amor.
Amor é troca. Olho no olho. Mão na mão. Você fala , a pessoa escuta, apoia,incentiva.
Claro que no amor há brigas, mas na verdade elas tem apenas uma pitadinha para acertar o que ainda não é cem por cento ideal, mesmo porque nada na vida é cem por cento. 
Quando há amor, depois de um desentendimento, a pessoa pede perdão com sinceridade, não volta mais a repetir aquele erro, porque tem medo de perder a amada ou amado.
O amor também é cumplicidade, amizade.
As vezes , muitas pessoas confundem amor com possessividade.
O amor também é muito confundido com obsessão.
O egoísmo não impera no coração de quem ama. A pessoa reparte, pensa no outro, não faz nada sozinho que não lembre da outra pessoa.
Ciúme é normal quando se ama, mas jamais será algo que servirá para ser humilhante para a outra pessoa.
Amar te faz bem?
Se você vive na angústia por não saber se namora ou não uma pessoa, quando a pessoa vai dar sinal de vida, quando a vida vai te valorizar, corre atrás direto de quem te despreza, vive depressiva, triste e nervosa, o amor não te faz bem, mesmo porque isto nem de longe é amor.O amor não faz sofrer.



Saiba como agir para resolver o seu problema amoroso.
Entre em contato através do e-mail:
escritoraliliaamorim@hotmail.com

Será informado datas, valores e horários.

Linda noite!

Lilia Amorim
Consultora de Relacionamento
Autora dos livros: Como Fazer Um Homem Correr Atrás.
Como Tornar-se A Mulher Que O Seu Homem Deseja.

0 comentários:

Postar um comentário