.

.

Páginas

domingo, 14 de outubro de 2012

Morri de amor!



Já aconteceu isto com muitas de nós.Morrer de amor.Como diria o poeta Gonçalves Dias:

Se se morre de amor! — Não, não se morre,
Quando é fascinação que nos surpreende
De ruidoso sarau entre os festejos;
Quando luzes, calor, orquestra e flores
Assomos de prazer nos raiam n'alma,
Que embelezada e solta em tal ambiente
No que ouve, e no que vê prazer alcança!

Eu vos digo: não se morre de amor .Queremos,mas não morremos!
Parte de nós se vai,despedaçada.Achamos que somos imbecis,idiotas,sofremos horrores,mas passa.Claro que não passa do dia para a noite.Passa com os dias,com as noites,com as lágrimas,com a saudade,com o desespero da falta,com o vazio,com a realidade.

Tudo que você menos queria neste momento:doses de realidade.
Você acorda e tudo continua o mesmo.Você quer mudar,arrancar o sentimento,mas como fazer isto?
A dor te consome,a decepção te tira as forças,o amor te maltrata.
Mas...
O amor não maltrata!
Quando isto acontece,não é amor!
Vocês já se deram conta disto?
Alguém que nos ama,que nos quer feliz,nos faz sofrer?
Não!
Temos uma ideia errada do amor.Aceitamos migalhas,nos contentamos com palavras ao vento,e na hora que queremos as ações,não temos.
E tudo isto acontece, porque criamos uma fantasia.
Sabe como reverter esta situação? Com atitudes!.
Tudo na vida depende da forma como agimos.No amor,não poderá ser diferente.
Se queremos um emprego-temos que ter os requisitos necessários.Se queremos um carro-temos que juntar grana.Se queremos um amor-temos que saber como agir,como administrar emoções,como uma atitude fará toda a diferença.

Leia:

Como Fazer Um Homem Correr Atrás



Para adquirir,basta acessar o link abaixo,copie e cole:

https://www.clubedeautores.com.br/book/138255--COMO_FAZER_UM_HOMEM_CORRER_ATRAS


Linda semana a todas as divas e gatos.

Lilia Amorim





0 comentários:

Postar um comentário