.

.

Páginas

quarta-feira, 6 de junho de 2012

A arte de dar a volta por cima.



Saber terminar um relacionamento com dignidade,antes de mais nada é sublime.

Uma pessoa que não nos faz bem, não merece estar em nossa companhia.

Vou contar um caso real,claro,não citarei nomes reais.

Adriana namorava Ricardo virtualmente.Seis meses se passaram,ela descobriu que ele era casado.Ele jurava amor eterno,falava que ia deixar tudo para ficar ao seu lado e dizia que iam morar juntos.Claro que isto nunca aconteceu. O tempo passou,ele sempre inventava algo,mentia,e os encontros foram se tornando raros.Quando aconteciam, os encontros, nem se viam mais,afinal ele já estava preparando o terreno para o fim.

Depois de um ano,ele deu a senha do msn dele,como prova de que falava apenas com ela,só ela importava,mas claro que ele apagou tudo que pudesse ser comprometedor,afinal...ele era estrategista.

Um belo dia,ela acha um e-mail antigo,junto aos dela,que ele esqueceu de apagar,dando encima de uma garota,no mesmo tempo que começaram a se falar.

Dias depois,ela percebe outra falha no comportamento dele,ele,ao enviar um e-mail para ela,erra o endereço e manda para outro e-mail super parecido,então quando a moça falou que era engano,ele aproveita o ensejo e dá encima da moça,pedindo para adicioná-la.

Depois disto,a pessoa ainda diz para a outra que uma,chama a pessoa de uma,zuou o e-mail dele,sendo que esta pessoa apenas se manteve informada do que estava acontecendo.

Ele sequer teve a dignidade de não proceder desta forma,ter este tipo de comportamento,sabendo que ela poderia ver.

Palhaçada não é?

Leitoras,isto não para por aqui.

Para finalizar a Adriana,manda e-mail dizendo o que viu,questionando o fato de ter sido chamada de qualquer, e claro soltando os cachorros com toda razão.

Ele , se achando no direito, o que fez?

Mandou um e-mail questionando a conduta,COMO SE A CONDUTA DELE FOSSE EXEMPLO, o passado não apenas o condena,como o presente também, e ainda por cima,usou palavrões,mandando tomar no c..., entre outras barbaridades.

Virtualidade é apenas isto: a maioria mente,usa,abusa e some.

Amor é algo super diferente.A pessoa não se oferece para qualquer pessoa.A pessoa respeita.Não mente,não fica inventando desculpas,não trai,é digno,confiável,companheiro,amigo.

Quer amar? quer ser amada? Procure encontrar alguém próximo a você, que você tenha contato,que saiba sua conduta, que faça planos reais ao seu lado,que goste de sua companhia( e não queira suprir carência com muitas em msn), alguém que seja educado,e claro solteiro.

A vida não para,para que você desça do pesadelo e vá consertar erros.

Siga.

O que ficou para trás, não merece nem ser colocado na lata do lixo.

Entendeu Adriana?


Adquira o livro COMO FAZER UM HOMEM CORRER ATRÁS




Lindo dia,divas


Lilia Amorim

2 comentários:

Anônimo disse...

kkkkkkkk, o que ela esperava, pois desde o começo sabia q ele era casado(na verdade não sei qual tiha o pior carater(ele ou ela)).Ai na história, ela é pintada como se fosse vitima do (ALGOZ HOMEM MAL)...KKKKKKKK paro por aqui pois é muita besteira....(ele era um cafageste e ela uma vagaba interesseira).... a unica que estava certa nesta historia era a esposa do cara(se bem q não sabemos se ela não tinha um amante tambe).... são estas coisas que eu não entendo, que maldita lógica as mulheres usam para pesar os seus relacionamentos...

Homens:uma incógnita! disse...

Você leu,mas não entendeu,ou leu e é incapaz de ler na íntegra.
Eu falei no começo da história,ela não sabia que ele era casado.Não se trata de saber quem é vítima ou algoz e sim contar um fato real que aconteceu,para que sirva de exemplo para as pessoas,que infelizmente se deixam levar por estes trastes.
O amor não é lógico ou racional.Maldita lógica? não seria esta a palavra correta.Obrigada pelo comentário.Abraços.

Postar um comentário